Como tudo

Começou

Filosofia

Criação

Qualidade

História

História

 

 

A origem – Moisés Bergerson, fundador da empresa, acreditou no sonho de conquistar muito mais do que a vida, a princípio, lhe oferecia. Imigrante vindo da Polônia durante a Segunda Grande Guerra, ele viu no Brasil um país cheio de possibilidades.

O início – Morando em Curitiba (PR), o primeiro passo do jovem Moisés foi aprender a arte da relojoaria. Começou com os despertadores e, com o tempo, aprendeu a consertar modelos menores, tornando-se, com o passar dos anos, reconhecido pelo seu trabalho. Foi então que um amigo abriu uma joalheria e chamou Moisés para ser o seu relojoeiro. Pelo interesse e dedicação, logo tornou-se gerente. Depois dessa experiência, Moisés Bergerson decidiu trabalhar por conta própria. Inicialmente, passou a vender joias e relógios numa parte da loja do pai, até que optou por tentar a sorte sozinho. Vendia relógios e joias diretamente aos clientes. Atendia em vários lugares, principalmente escolas e quartéis. Para progredir, todos os meses impunha-se uma meta de vendas. Assim, permaneceu durante alguns anos, conquistando clientes com um poder de persuasão que os amigos consideravam excepcional. Em 1964, Moisés comprou um conjunto comercial na Rua XV de Novembro e montou seu primeiro escritório. Assim nasceu a Bergerson. Com um amigo e funcionário, o empresário passou a vender em outras cidades da região. Pensando no crescimento da empresa, investia tudo o que ganhava no próprio negócio.

A parceria com a marca Rolex – Um momento marcante na história da empresa foi quando a Bergerson tornou-se revendedora da Rolex. Para isso, Moisés Bergerson travou uma batalha de persistência. Foram necessárias várias reuniões, visitas e cartas até que, diante da insistência do empresário, o então diretor da Rolex, Walter Van Gessel, decidiu abrir uma exceção e aceitou a proposta. A partir daí, os dois firmaram uma sólida amizade, além de uma parceria comercial significativa. A sintonia foi tanta que, depois de algum tempo, o escritório da Rolex passou a ser a base de operações de Moisés Bergerson em São Paulo, para onde ele viajava semanalmente.

A primeira loja – Após a conquista da representação da Rolex, surgiu a oportunidade de alugar em Curitiba um imóvel central, na Rua Ébano Pereira, 39, onde foi montada a primeira loja Bergerson. Logo a empresa tornou-se a joalheria preferida dos curitibanos.

O primeiro grande sucesso – Em 1991, a Bergerson viveu pela primeira vez o sonho de toda a empresa. Criou um produto que virou febre nacional. Isso aconteceu quando a joalheria desenvolveu e lançou a coleção Sothys (que significa deusa egípcia), com anéis em ouro amarelo que representavam cada signo do Zodíaco. Uma vez trilhado o caminho para o coração do consumidor, a Bergerson atingiu uma aceitação excepcional em outras coleções, marcando seu nome entre as grandes joalherias brasileiras.

As atuais conquistas – Além de produzir e terceirizar a produção de joias e relógios com marca própria, a Bergerson trabalha com as melhores e mais sofisticadas marcas de relógios do mundo, como Baume & Mercier, Breitling, Calvin Klein, Cartier, Gucci, Longines, Montblanc, Omega, Rolex e Victorinox Swiss Army. Moisés Bergerson continuou à frente dos negócios, atuando como diretor geral da Bergerson até seu falecimento, em 14 de junho de 2008. Hoje, a Bergerson é uma das cinco maiores joalherias do País, presente em Curitiba, Londrina, Maringá e Joinville, consagrando-se como sinônimo de excelência em joias, em todas as regiões onde atua. É este o legado deixado por Moisés Bergerson: uma trajetória de sonho, realização e, acima de tudo, respeito pelos seus clientes.